Notícias

Área dedicada COVID19

Valter Filipe Moreira e Adriana Silva

A COVID-19 é uma doença respiratória provocada por uma nova estirpe da família de Coronavírus (SARS-CoV-2) que surgiu na região de Wuhan, na China, no final do ano de 2019.


Este vírus disseminou-se rapidamente por todo o mundo, tendo sido declarada pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS) a 11 de março de 2020. Também já provocou mais de 150.000 mortos em todo o planeta.

O vírus transmite-se através de gotículas pelo ar, superfícies contaminadas e pelo contacto próximo entre as pessoas.
A doença apresenta sintomas como febre, tosse e falta de ar ou outros sintomas como dor de garganta, dores no corpo, dor de cabeça, cansaço e até mesmo vómitos ou diarreia. Na maioria dos casos (80%), apresenta-se com sintomas ligeiros, no entanto a COVID-19 pode evoluir para uma situação grave com eventual necessidade de internamento.

Os serviços de saúde organizaram-se de forma a poder avaliar e tratar de forma eficiente os suspeitos e doentes confirmados com COVID-19. Assim, reforçaram-se as linhas de atendimento telefónico, quer da Saúde24, quer dos Centros de Saúde e criaram-se Áreas Dedicadas à COVID-19 (ADC) nos Serviços de Urgência dos Hospitais (para doentes mais graves) e na Comunidade (para doentes ligeiros).

As pessoas com sintomas respiratórios podem/devem:

  • Contactar a Saúde24 (preferencialmente) – 808 24 24 24 ou;

  • Contactar o seu Centro de Saúde ou;

  • Dirigir-se à ADC da Comunidade da sua área de residência ou;

  • Dirigir-se à ADC do serviço de urgência hospitalar (se sintomas mais graves) ou;

  • Ligar 112 (se emergência);

Os sinais de alarme para se dirigir ao serviço de urgência ou ligar 112 são:

  • Falta de ar persistente;

  • Febre (T>38ºC) persistente por mais de 48/72h que não melhora com paracetamol;

  • Prostração;

  • Vómitos persistentes ou diarreia grave;

 

A ADC de Lisboa Ocidental está situada nas instalações da Escola EB 2,3 Paula Vicente, no Restelo, num espaço adaptado para o efeito. Destina-se aos utentes das freguesias de Belém, Ajuda, Alcântara, Campo de Ourique, Algés e Dafundo. Para prevenir a contaminação, dirija-se ao ADC preferencialmente sozinho, com máscara e em transporte próprio, podendo estacionar dentro da escola.
O seu horário de funcionamento será das 10h às 18h todos os dias da semana.

Após a avaliação e se for pedido o teste de diagnóstico, o utente deve agendar a colheita da amostra com os laboratórios convencionados (https://covid19.min-saude.pt/laboratorios-%20referenciados/).
Todos os utentes serão avaliados diariamente via telefone por um médico e deverão permanecer em casa em isolamento.